Projeto de residência artística inicia suas atividades na cidade de Niterói.

427598_403470516408281_544425687_nUm salve à arte da mesa, a pratos e a sabores, uma interação artística gastronômica entre toda comunidade. O Artista Aguinaldo Júnior, membro da Comunidade Tradicional de Terreiro Axé Talabi, localizada na cidade do Paulista em Pernambuco, deu início as atividades do projeto Comida de Santo: Poéticas Ancestrais da Culinária Nagô, contemplado com a Bolsa Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura 2012, financiado pela Funarte em parceria com a Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura. As ações do projeto serão realizadas no período de seis meses na comunidade do ponto de cultura GINGAS: Casa da Cultura Afro-brasileira, localizado no bairro do Ingá em Niterói, e estarão focadas em atividades de capacitação, de experimentação estética e de fruição de conteúdos artísticos gastronômicos. O projeto realizará ainda intervenções artísticas em diversos locais da cidade, e como culminância, um grande evento aberto ao público, uma mostra da culinária tradicional do Axé Talabi, com degustação de pratos servidos na liturgia da casa. Segundo o artista, a oportunidade de realizar a residência no ponto de cultura é de grande relevância, principalmente porque ela proporciona visibilidade para “comida de santo” enquanto elemento fundamental dos saberes e fazeres das comunidades tradicionais, bem como para a valorização da identidade cultural e histórica local. Ainda segundo o mesmo, a comida deveria ser vista como processo criativo artístico, assim como as outras linguagens da arte.

“É importante entendermos o ato de produzir, de sentir e de experimentar a comida compreendendo-a enquanto elemento de interação estética e artística, pois assim como a música, a fotografia e a dança, ela concede sua criação através das sensações e da imaginação, por isto que ela é arte.”

Para participar das atividades entre em contato através do e-mail: artista@comidadesanto.com